Meus Artigos

Desejo ou necessidade


Desejo ou necessidade

Muitas vezes na vida acreditamos que nossas atitudes e escolha são unicamente nossas, até o momento em que percebemos que boa parte do que falamos e fazemos é conseqüência direta de uma necessidade de atender às exigências ou caprichos das pessoas que convivem direta ou indiretamente conosco. É angustiante se dar conta de que nossos desejos internos ficam a ver navios diante da importância que damos aos que nos cercam e não a nós mesmos.

 É interessante ver esta manipulação mental que ocorre entre as pessoas, mal temos consciência de que também cedemos à manipulação alheia sem perceber, e ingenuamente seguirmos em frente felizes por nossa “falsa” autonomia. Por outro lado, o homem que conhece seus desejos e necessidades, pode também conhecer os desejos e necessidades do outras como propriedades dele e não suas. Depois disso, ele se depara com outro problema: distinguir desejo de necessidade.

Inúmeras são as vezes que acreditamos fazer as coisas segundo nosso desejo, mas se olharmos bem lá no fundo do nosso ser, chegaremos à conclusão de que o que está movendo nossa ação é simplesmente algum tipo de necessidade.

Agir por desejo e agir por necessidade é muito diferente. Parece haver no primeiro (desejo) o prazer e no segundo (necessidade) a obrigação. E o que fazemos por prazer traz satisfação e o que fazemos por obrigação traz alivio da necessidade, nada mais. Por exemplo: ao fazermos uma caminhada todas as manhãs por simples desejo permitem ao individuo respirar ar puro, ver a paisagem com olhos de admiração, escutar os passarinhos cantando, mesmo que o canto se misture com o barulho do transito. Se a caminhada for feita para atender a uma necessidade de emagrecer ou porque assim o médico estabeleceu, o individuo poderá passar, ou melhor, caminhar em qualquer local sem perceber nada além do que o simples alivio de uma obrigação ou determinação.

Se quisermos ter mais satisfação na vida precisamos refletir sobre nossos atos e averiguar se eles não estão apenas procurando alivio para si próprio.

Alessandra Rosa Andre     -   maio 2005


Voltar

 

Dra. Alessandra Rosa Andre
Rua Fernando Falcão, 298 - Mooca - São Paulo - SP
Rua Edmundo Xavier, 264 - Tatuapé - São Paulo - SP


Desenvolvido por SB Studio