Meus Artigos

Chocolate vícios e benefícios


Chocolate vícios e benefícios  

Chocolate pode sim causar dependência ele contém três substâncias que podem provocá-la: a teobromina, a cafeína e a feniletiamina. Para ser caracterizada como dependente, a pessoa precisa consumir chocolate para se sentir bem ou ter sintomas depressivos quando fica muito tempo sem comê-lo. Geralmente, o problema afeta os indivíduos angustiados e os ansiosos.

Durante a torrefação (processo que elimina a umidade) dos grãos do cacau, ocorre a liberação de uma substância chamada feniletilamina, responsável pelo sabor do chocolate. Ela é parecida com substâncias produzidas pelo cérebro quando alguém está apaixonado. Junto a isso, o alimento apresenta um bom teor de magnésio, que age no organismo como regulador do humor e equilibra os baixo níveis dos neurotransmissores serotonina e dopamina. São esses dois fatores que contribuem para deixar a pessoa mais feliz e estimulada ao ingerir o produto. O efeito psicológico é forte, mas não é necessário ter nenhum distúrbio psicológico para ser viciado em chocolate, diz Arcaro. A grande responsável pela irresistivel atração provocada pelo chocolate tem mesmo base em sua composição química.

" Os pesquisadores também descobriram que o chocolate - assim como a cafeína - estimula a produção de um produto químico chamado feniletilamina. É provável que explicação da sensação de extremo bem-estar ao devorarmos uma caixa de bombons passe por este caminho. O chocolate contêm nutrientes essenciais para energia, bom humor e prevenção da insônia. Alguns destes nutrientes estão ausentes em boa parte da dieta e os cientistas acreditam que o chocolate seja sua principal fonte. Comer vegetais folhosos verdes, como brócolis e aspargos, é uma boa maneira de evitar o desejo intenso por chocolate, pois substitui algumas das substâncias que produzem o "vício" .

Entre os benefícios do chocolate  estão o relaxamento , é assim que você se sente depois de comer chocolate. Isso acontece porque ele tem em sua composição triptofano e magnésio, que estimulam diretamente a produção de serotonina (neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e felicidade). Dá energia pois a cafeína e a teobromina, presentes no chocolate, são substâncias estimulantes que, em doses sensatas, aumentam a concentração e o pique. Ameniza a TPM: No período pré-menstrual ocorrem alterações nos níveis hormonais do organismo feminino. Cai a produção de serotonina, substância responsável pela sensação de felicidade, prazer e bem-estar. O déficit desse neurotransmissor aumenta a sensação de tristeza e abatimento, tornando as mulheres mais irritáveis e deprimidas. Por isso, elas saem correndo atrás de um chocolate, que contém um aminoácido chamado triptofano, responsável pela produção de serotonina no cérebro.

As pessoas tendem a superestimar as calorias do chocolate. Uma barra média contêm apenas cerca de 210 calorias. Ao contrário da crença popular, a maioria das pessoas acima do peso ideal não comem quantidades excessivas de bolo, doces, confeitados e similares. Na verdade, a ingesta de açúcar nestas pessoas tende a estar abaixo da média. Mais importante no controle do peso é o total de calorias consumidas por dia e a quantidade de energia gasta em atividades físicas.

Para quem não resiste ao chocolate, o importante é não ultrapassar o limite diário de até 50 gramas, em função dos altos teores de açúcar e gordura.

 

Alessandra R Andre

Psicóloga                                                   Julho 2009


Voltar

 

Dra. Alessandra Rosa Andre
Rua Fernando Falcão, 298 - Mooca - São Paulo - SP
Rua Edmundo Xavier, 264 - Tatuapé - São Paulo - SP


Desenvolvido por SB Studio